Nesse beco suspeito,
mãodona é senhora dona:
mãod’a torto e a direito,
aponta calada
dedilha mascarada,
uma fera mãossa
uma folha mãochada.

O que é o que é,
um dito não dito
um falado calado
um único múltiplo,
c’as linhas da mão
tantas respostas nos dão.

O que é o que é,
que neste carimbo
não é um cachimbo?
Tanto igual diferente,
ei carimbada demente!
O que é o que é,
que parece mas não é?

* * *

O F I C I N A D E C A R I M B O S

— o carimbo enquanto potenciador de serie – carimbos com os polegares

— desenho livre sobre os múltiplos gerados pela forma-carimbo

— preparação das tintas – carimbos com as mãos utilizando tintas

— composição livre utilizando os diferentes carimbos

* * *

SÁBADO, 8 FEVEREIRO
das 15h às 17h30

#

February 10, 2014