AS PRIMAS DA BULGÁRIA (I)